domingo, 5 de outubro de 2014

Derby termina empatado (2-2)


Num jogo emocionante e bem disputado, Tirsense e Famalicão empataram a duas bolas, esta tarde, em Santo Tirso. A equipa de Bernardo Tavares recuperou duas vezes de desvantagem e até esteve perto de conquistar os três pontos, mas o empate acabou por ser um resultado justo. (foto: jornaldoave)

Golos:
0 - 1, 10´ - Palheiras
1 - 1, 55´ - Carlinhos Leonel
1 - 2, 70´ - Feliz Vaz
2 - 2, 85´ - Carlinhos Leonel

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Tirsense vais aos Açores na 3ª Eliminatória da Taça de Portugal

O sortieo da Taça de Portugal realizado na sede da F.P.F. ditou a desclocação da equipa de Santo Tirso ao arquipélago dos Açores, para defrontar o Clube Operário Desportivo. Em actualização.

domingo, 28 de setembro de 2014

Tirsense avança na Taça de Portugal (5-3 - após grandes penalidades)


Este Domingo o F.C. Tirsense avançou para a 3ª eliminatória na prova raínha do futebol Português ao vencer a União Desportiva de Leiria, no desempate através de grandes penalidades (5 - 3).
F.C. Tirsense e U.D. Leiria re-editaram um duelo de históricos clubes portugueses que já não se via desde a última presença jesuíta no primeiro escalão Português. Nesse último desafio, na temporada de 1995/96, a equipa do Liz, vencera em Santo Tirso por 0 - 1.
Com uma entrada em jogo de domínio dividido, Tirsense e Leiria jogavam de forma ofensiva mas sem grandes consequências. À passagem do quarto de hora de jogo, Luís Carlos, após uma entrada imprudente e violenta sobre Nera, é expulso com vermelho direto. Deste momento em diante o jogo mudou de figura e se o Tirsense passou a ter mais posse de bola e assumir o jogo, o Leiria adaptou-se como podia à desvantagem numérica e verdade seja dita, com mais ou menos dificuldade ia sempre conseguindo afastar os lances de perigo da sua baliza. Ainda assim, através de Paulo Sampaio e de Carlinhos Leonel, na sequência de dois lances de bola parada, o Tirsense esteve perto de se colocar na frente.
Na segunda metade o Tirsense continuou a controlar o jogo mas o golo não chegava e o Leiria em rápidos contra-ataques ia ameaçando a defensiva Tirsense. Com Ruizinho muito activo no ataque e já com Ricardo Fernandes em jogo, o Tirsense até conseguiu materializar o domínio em lances flagrantes de golo. Primeiro foi Carlinhos Leonel, que após cruzamento de Nera, faz o impossível e com a bola praticamente em cima da linha de golo atirou por cima. Depois foi a vez de Gilmar que, sempre muito activo no ataque e provavelmente a ser o melhor elemento jesuíta em campo, atira ao travessão da baliza de João Guerra. Gilmar, aliás, tentou várias vezes o golo, e mesmo com uma mão cheia de oportunidades não conseguiu chegar ao golo. Já na recta final da partida o Leiria também assustou e Diego e Laranjeiro, estiveram perto de bater Paulo Jorge.
O jogo arrastou-se para o prolongamento, onde a história foi digna de um verdadeiro drama. O Tirsense apesar de manter o controlo era cada vez menos intenso nas suas investidas e o cansaço ia reduzindo as ameaças de golo. Ainda assim e contra a corrente do jogo, num lance infantil da defesa jesuíta, Pedro Emanuel, na recarga a um remate forte de Filipe Brigues, colocou a equipa Leiriense em vantagem. A equipa de Bernado Tavares não desistiu e mesmo com um futebol pouco lúcido ia mantendo o assalto à baliza visitante. Já na segunda metade do prolongamento, Eduardo é expulso, e o sonho do Tirsense em seguir em frente parecia impossível. Até final o Leiria ia perdendo tempo de todas as formas possíveis e rapidamente a partida chegou ao minuto final, onde já quando ninguém esperava Vladimir sofre uma falta despropositada, dentro da área. Paulo Sampaio não desperdiçou o castigo máximo e mandou toda a gente para as grandes penalidades.
Na lotaria dos penaltys o Tirsense foi mais feliz e beneficiou de uma excelente defesa de Paulo Jorge a remate de Filipe Brigues. Gilmar no último penalty não tremeu e colocou o Tirsense na 3º eliminatória da Taça de Portugal.

Vídeo FC Tirsense 1 - 1 UD Leiria (5-3 após g.p.)


Onze inicial:
Paulo Jorge; Juary; Paulo Sampaio (cap.); Danilson; Nera; Peixoto (65´ Tiago André) ; Vladimir; Pinheiro (45´ Ricardo Fernandes); Ruizinho; Carlinhos Leonel (80´ Eduardo) e Gilmar

Golos:
0 - 1, 97´ - Pedro Emanuel
1 - 1, 120´ - Paulo Sampaio (g.p.)

Penaltys:
1 - 0, Paulo Sampaio
1 - 1, Jorge Neves
2 - 1, Nera
2 - 1, Filipe Brigues
3 - 1, Ricardo Fernandes
3 - 2, Pedro Emanuel
4 - 2, Tiago André
4 - 3, Luís Oliveira
5 - 3, Gilmar

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Votação - Melhor jogador F.C. Tirsense, época 2013 - 2014


Está disponível, a partir de hoje e até ao próximo dia 25 de Maio, uma votação para eleger o jogador da época do Futebol Clube Tirsense. Ainda com um jogo para disputar, mas já com o objectivo da permanência alcançado, a equipa de Santo Tirso já respira tranquilidade e principalmente na segunda metade da época alguns atletas evidenciaram um bom desempenho.
Vote no seu jogador favorito e ajude a premiar a época do atleta no nosso GRANDE TIRSENSE.
(foto: fb pauloqueirós)

terça-feira, 13 de maio de 2014

Tirsense vence Varzim e carimba a manutenção!

Este domingo o F.C. Tirsense selou a manutenção no Campeonato Nacional de Seniores, após vencer o Varzim Sport Club por duas bolas a zero. Com este resultado, a equipa de Santo Tirso, após um final de temporada espectacular, garantiu justamente a continuação neste escalão do futebol português, dando desta forma uma grande alegria a todos os sócios, adeptos e simpatizantes do clube.
O grande herói da partida foi Gilmar que, com dois remates certeiros já no segundo tempo, transformou em golos a superioridade jesuíta ao longo de toda a partida. Após um primeira parte mais morna o Tirsense encarou a segunda metade com coragem e claramente disposta a arriscar tudo para conseguir os três pontos. Após três substituição de cariz ofensivo, António Pereira e a equipa não desarmavam enquanto não chegassem ao golo, que chegou mesmo e logo em dose dupla. Com duas jogadas em que Diogo Torres, Zé Diogo e claro Gilmar foram intervenientes repetidos o Tirsense chegou à vantagem. Aos 70´ e aos 80´ o ponta-de-lança, emprestado pelo Rio Ave, desfez as dúvidas e confirmou a permanência do emblema de Santo Tirso no 3º escalão nacional.





Onze inicial:
Pedro Soares; Queirós (Bemvindo); Pinheiro; Gil Dias; Nera; Fabinho; Cuco; Carlos Eduardo (Diogo Torres); Hugo Cruz; Pedro Maurício (Pedro Maurício) e Gilmar

terça-feira, 6 de maio de 2014

Tirsense arranca empate em Famalicão (1-1)


A três jornadas do término do campeonato o F.C. Tirsense deslocou-se a casa do vizinho F.C. Famalicão, tendo conseguido um precioso empate a uma bola.
Novamente a jogar em inferioridade numérica durante um enorme período de tempo, a equipa de Santo Tirso, até marcou primeiro por intermédio de Diogo Torres, com um belo remate fora da area. O Tirsense pouco tempo esteve em vantagem, pois passados apenas 5 minutos viu a equipa da casa restabelecer a igualdade, através de Marco André. Com menos um elemento em campo, os jesuítas tiveram. novamente, que lutar imenso, para poder pontuar. Até final também Carlão recebeu ordem de expulsão, mas como não havia tempo para mais o resultado ficou-se mesmo pela divisão de pontos. (foto: fb pauloqueiroz)

Onze inicial:
Pedro Soares; Nera; Paulo Queirós; André Pinto; Gil Dias; Carlão; Fabinho; Hugo Cruz; Carlos Eduardo; Diogo Torres e Gilmar

Golos:
0 - 1, 38´ - Diogo Torres
1 - 1, 43´ - Marco André


segunda-feira, 28 de abril de 2014

Felgueiras e Tirsense dividem pontos (2-2)

Este domingo o Tirsense deslocou-se a Felgueiras para defrontar a equipa local e conseguiu um precioso empate a duas bolas. Reduzida a 10 elementos desde o minuto 37 e a 9 desde o minuto 42, após expulsões de Bemvindo e Paulo Sampaio, a equipa de António Pereira teve que lutar imenso para pontuar fora de portas.

Com uma entrada na partida com o pé esquerdo, a equipa local adiantou-se no marcado logo à passagem do 10 mins, através de Davide Bessa. Carlão, à passagem da meia hora, restabeleceu a igualdade que se manteria até ao descanso, já com a equipa reduzida a 9.
Na segunda metade os Felgueirenses voltaram à vantagem ao minuto 60, com um remate de Landinho sem hipóteses para Pedro Soares. A tarefa não se adivinhava fácil, pois a perder e em desvantagem numérica, o jogo não corria de feição. Ainda assim e quando já nada o fazia prever o Tirsense dispôs de uma soberana oportunidade para, novamente, empatar a partida e Carlos Eduardo de grande penalidade não desperdiçou. A divisão de pontos é um prémio justo para a equipa de Santo Tirso que continua a efectuar uma fase final excepcional onde leva 9 partidas consecutivas sempre a pontuar. (foto: Noticias FC Felgueiras)

Onze inicial:

Pedro Soares; Queirós; André Pinto (Cap.); Paulo Sampaio: Nera; Fabinho; Carlão; Hugo Cruz;  Bemvindo; Barroso (Carlos Eduardo) e Beré (Diogo Torres; Gil Dias)

Golos:
1 - 0, 9´ - Davide Bessa
1 - 1, 31´ - Carlão
2 - 1, 59´ - Landinho
2 - 2, 84´ - Carlos Eduardo (g.p.)